Cinco coisas que aprendi com João Paulo.

quarta-feira, fevereiro 24, 2016

Eu fiz uma lista das pessoas que estão presentes na minha vida que me trouxeram muitas coisas boas para contar cinco coisas que aprendi com elas. Será uma nova categoria aqui no Diário Colorido e de início selecionei cinco pessoas. A primeira pessoa da lista é João Paulo -que novidade, não é? haha- e foi muito difícil dizer apenas cinco coisas que aprendi com ele, pois todos os dias ele me traz algo novo. Mas vamos lá.

1. Paciência.
Eu sou muito, mas muito ansiosa pra tudo e quero tudo na minha hora. Com ele eu aprendi a esperar, a ter paciência, pois tudo vem na hora certa, tudo tem a hora certa para acontecer e ficar ansiosa não ajuda em nada.

2. Escrever é preciso.
Quem me acompanha a um tempo sabe que eu amo escrever -se você é novo por aqui, vai na categoria textos e dá uma olhada-, porém eu parei de escrever do nada. Mas quando João Paulo estava na "crise da escrita" e não produzia nada, eu senti a necessidade de dar um puxão de orelha nele, pois foi lendo as suas obras que eu percebi que escrever é preciso; e foi aí que eu também 'acordei' e comecei a escrever novamente.

3. Ter fé acima de qualquer coisa.
Teve um momento da minha vida que tudo estava desabando, eu estava perdendo até meus sonhos, nada estava dando certo, e ele me mostrou que é preciso manter a fé acima de qualquer coisa. João Paulo sempre diz que sou muito espiritual, mas tiveram momentos que eu estava perdendo minha espiritualidade e se não fosse ele me ajudando, provavelmente eu teria perdido minha fé.

4. Bom humor é tudo.
Às vezes eu to super estressada, sem saco pra nada, aí chega João Paulo com um sorriso no rosto e com umas piadas sem graça só pra me fazer sorrir. Ele tem uma alegria que eu nunca vi antes, uma alegria que é contagiante. Não consigo ficar de 'cara feia' quando ele tá por perto, fico rindo feito idiota -sério.

5.  Pedir desculpas.
Eu não pedia desculpas nunca, pois eu achava que na maioria das vezes eu estava certa; e mesmo quando eu via estava errada, eu não pedia desculpas, pois o meu orgulho falava mais alto. Com João Paulo eu aprendi a pedir desculpas e a correr atrás. Assim como o tópico 1, isso não foi nada fácil, porém confesso que me sinto bem melhor agora.

Então é isso mores, espero que vocês tenham gostado e façam isso também, analisem as coisas boas que seus amigos, familiares, colegas de trabalho e faça uma breve lista -se você entregar a pessoa, aposto que ela vai ficar mega feliz!

Me sigam nas redes sociais:

Veja também:

0 comentários