Preencha-me.

sexta-feira, junho 20, 2014

Minhas tardes são assim sempre. Leio, tomo um café, estudo, tiro algumas fotografias e penso em você. A cada livro que eu termino de ler eu penso: Poxa, bem que ele poderia estar aqui para que eu pudesse contá-lo e debater com ele a história desse livro. Quando fazemos isso, até parece que estamos lendo o livro juntos. Eu amo esse exercício. 

Sim, eu sei que eu enchia o seu saco ás vezes. A garotinha Miranda e seus amigos do livro "Amanhã você vai entender" é um exemplo disso. Mas sabe, ainda têm várias pessoas que você não conhece nessa história, mas pelo que eu já lhe conheço, você com certeza não quer saber quem são eles, né verdade?

Daqui a alguns dias as minhas tardes estarão comprometidas -assim espero- e eu terei pouquíssimo tempo para fazer as coisas que citei acima, porém a nossa comunicação contínua será eterna. Nenhuma dessas coisas preenchem a minha tarde tediosa, só você faz isso. Você preenche o meu dia por completo. Até quando durmo. Até nas pausas das nossas conversas. Em tudo você me completa. 

Quero viver por inteira assim até a minha morte. Preencha-me. Enche-me. Permaneça aqui me transbordando de amor. Do teu amor. Somente do teu.

Veja também:

0 comentários