Dia confuso.

by - sábado, fevereiro 23, 2013


Dia confuso sem cor no céu, que nem parecia azul. Vida perdida, lagrimas caindo o tempo inteiro e a rotina a seguir. Desci as escadas em vapor e fui ao encontro dele sem querer, apenas pela obra do saudoso destino mais no fim nem nos falamos em palavras, mais os nossos olhares direcionados um para o outro disse tudo e assim se ergueu o amor. Fui embora por mais uma vez sem carinho sobre mim  mesma, me rasgando, gritando, sofrendo, sem amor nenhum. Morre. Estava morta a muito tempo fingindo viver.
Fui e voltei, só que a minha direção não tinha rumo. O encontrei novamente e assim conseguir sorrir, aquele sorriso sem graça mais nele, tinha um amor imenso. Vi ele dá as costas e continuei na mesma, aliás eu já estava acostumada com a vida me tirando até o que eu ainda não cheguei a ter. O dia não acabava, que dia confuso. Ao anoitecer o encontrei entre palavras, numa prosa entre versos e harmonia, mais ele se foi novamente sem me dizer onde o encontrar e seguiu seu destino, no qual eu não fazia parte. Que boba, pensei que iria ter um final ou pelo menos um começo, mais é o difícil é saber deis do começo que irá ter um fim.

You May Also Like

0 comentários