Desabafo anônimo: As mulheres que choram

by - domingo, novembro 25, 2012


Formos todas juntas para levar aquela que sonha e que ama o seu ídolo todas as noites. Tão pequena e indefesa, pediu a sua mãe e sua irmã mais velha que a levasse para esse dia tão esperado por ela, sonhando em ter a aquele olhar carinhoso de vindo daquela mulher tão bela, tão leve que a fazia por aqueles instantes de música um eterno momento, ao longo do show, a bela vem a olhando em direção aos seus olhos toca em suas mãos. Coração batendo forte, rápido e encantado com aquele toque de conforto, com os olhos cheios de lágrimas e a sua boca a sorrir disse-lhe eu te amo apenas com esses pequenos gestos. Tão rápido e tão intenso, a pequena menina gravou aquilo em sua mente como se fosse em câmera lenta, como se tivesse sido devagar, eterno. A mãe ao ver a sua pequena chorar, chorou junto a ela como se estivesse sentindo tudo o que ela sentia, a olhou feliz e pensou: "valeu a pena minha pequena" e com lágrimas de alegria, sorriu e a abraçou. Sua irmã mais velha tentou mostrar maturidade e tentou não chorar, mais fugiu em seus olhos uma lágrima que dizia: "que bom meu bem, você merece." e virou-lhe o rosto para que ela não a visse chorar. Ao fim, foram embora vendo a tão pequena sorrir e a sonhar mais uma vez com o seu próximo dia de glória, vindo daquela mulher tão bela e meiga que tocou a sua mão deixando-a eternamente feliz (...)

"Que essa declaração faça com que esse momento fique mais especial pra você. Abraços, Joanna Acioli" 
 Dedicado a Paloma Lauro

You May Also Like

2 comentários